top of page
  • Foto do escritorLuiza Bruscato

Mesa Brasileira em Berlim: Ministério da Agricultura e WWF

A Mesa Brasileira da Pecuária Sustentável foi convidada pelo Diálogo Agropolítico Brasil-Alemanha (APD) para um intercâmbio de uma semana em Berlim para participar de uma série de diálogos sobre os impactos do Green Deal da União Europeia na agropecuária brasileira.

Luiza Bruscato, diretora executiva da Mesa Brasileira, está representando a entidade nessas discussões, junto com Mauro Armelim, diretor executivo da Amigos da Terra, um dos associados da Mesa.


Ontem, dia 12.06, na parte da manhã, eles estiveram no Ministério da Agricultura da Alemanha, onde foram discutidos sobre os aspectos da produção orgânica alemã e sobre as diretrizes e os impactos do Pacto Verde Europeu na produção alemã e na brasileira.


À tarde, reuniram-se com a equipe da WWF da Alemanha, incluindo Roberto Maldonado e mais 10 colaboradores, para conhecer os projetos realizados pela ONG na América Latina e as diretrizes utilizadas nessas iniciativas.

Ainda essa semana, os executivos se reunirão com o DRV/Grain Club e a Fundação Ciência e Política; visitarão uma Fazenda Ecológica em Brandenburgo; e participarão de evento na Embaixada Brasileira na Alemanha. Continue acompanhando!


Ação Mesa 13.06

13.06: No segundo dia da missão, Luiza Bruscato participou de uma reunião na Fundação Ciência e Política (Stiftung Wissenschaft und Politik, www.swp-berlin.org) sobre as novas regras da União Europeia para cadeias produtivas livres de desmatamento e Due Diligence.


Mesa Brasileira em Berlim: Fazenda Ecológica em Brandenburgo

Hoje, 14 de junho, a delegação da missão técnica em Berlim, a qual a diretora executiva da Mesa Brasileira da Pecuária Sustentável, Luiza Bruscato, está acompanhando, visitou uma fazenda de pecuária orgânica, localizada em Brandemburgo, na Alemanha.


A fazenda, chamada Sielmanns Naturlandschaft, produz gado organicamente por meio de  pastoreio, bem-estar animal, alimentação de boa qualidade, gado livre nos diversos pastos por toda a temporada, cuidado com a terra, entre outras ações. Como há uma alta densidade e variedade de insetos na área, tanto a flora como a fauna se beneficiam igualmente.


Localizada em um antigo campo de treinamento militar "Döberitz", a área de 3.650 hectares nos arredores de Berlim e Potsdam, é habitat para quase mil espécies de animais em extinção. O local é conservado pela Fundação Heinz Sielmann.


Os visitantes podem explorar a paisagem em cerca de 55 quilômetros de trilhas para caminhadas, com áreas de descanso e uma torre de observação que oferece uma vista panorâmica única. Existem também cerca de 13 quilômetros de caminhos sinalizados disponíveis para andar a cavalo.


Ainda essa semana, os executivos se reunirão com o DRV/Grain Club e participarão de evento na Embaixada Brasileira na Alemanha. Continue acompanhando!

Conheça a agenda dos primeiros dias da missão técnica em Berlim.



Mesa Brasileira em Berlim: Embaixada do Brasil, DRV e Grain Club


No quinto dia da missão técnica, Luiza Bruscato, diretora executiva da Mesa Brasileira, com o grupo convidado pelo Diálogo Agropolítico Brasil-Alemanha (APD), esteve em um evento da Embaixada do Brasil em Berlim e se reuniu com duas organizações não-governamentais alemãs: a DRV e a Grain Club.


Na parte da manhã, a delegação participou do evento Agricultura e pecuária no Brasil: ofertando produtos agrícolas e, ao mesmo tempo, controlando o desmatamento, promovido pelo Ministério da Agricultura e Pecuária, Embaixada e APD. 


Luiza apresentou a Mesa Brasileira da Pecuária Sustentável e sua visão sobre o Regulamento da União Europeia para Produtos Livres de Desmatamento (EUDR). O evento também contou com as apresentações da Amigos da Terra - Amazônia Brasileira, representada por Mauro Armelim, e da Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, representada por Carolle Alarcon. 


O debate foi moderado pelo Eduardo Sampaio Marques, adido agrícola em Berlim, e teve como principais temáticas o desmatamento, as políticas públicas e a modernização agrícola no Brasil, que tem contribuído para aumentar a produtividade e reduzir o impacto ambiental. Também foram apresentadas ações de empresas para promover a sustentabilidade da agropecuária.


Daniel Leitão, chefe do setor político, e Flavia Magrini, responsável pelo setor de meio ambiente, da Embaixada, também participaram do debate.


Assista o evento na íntegra: https://lnkd.in/eZif5WUX



----


Neste mesmo dia, à tarde, o grupo se reuniu com executivos da Grain Club (https://grain-club.de/), uma aliança do agronegócio formada por quatro associações agrícolas alemãs, e da DRV (www.raiffeisen.de), uma organização que abrange todas as cooperativas da indústria agrícola e alimentícia alemã. 


Como um elo importante na cadeia de valor alimentar, as 1.693 associadas da DRV representam empresas de produção, comercialização e processamento de produtos vegetais e animais alcançam vendas de 85,6 bilhões de euros por ano. Agricultores, jardineiros e viticultores são os proprietários das cooperativas e membros da entidade.


Já o Grain Club representa as diferentes cadeias da indústria de grãos, oleaginosas e rações animais, desde o atacado e comércio exterior de matérias-primas agrícolas até o seu processamento. A principal ação da entidade é tomar uma posição oficial sobre questões de política agrícola e comercial que afetam as associações participantes e suas empresas associadas.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page