top of page
  • Foto do escritorLuiza Bruscato

Mesa Brasileira participa de Live Tira Dúvidas: 2º Prêmio Canal Rural

O Canal Rural promoveu no dia 12 de julho uma live para tirar dúvidas sobre a 2ª edição do Prêmio Planeta Campo. Durante o evento online, Yahell Bonfim apresentou o prêmio e a plataforma de inscrição, e os participantes responderam as dúvidas que receberam ao vivo.


Os participantes foram representantes das instituições parceiras do Prêmio, dentre eles: Luiza Bruscato, diretora executiva da Mesa Brasileira; Ladislau Skorupa, pesquisador da Embrapa; Roldo Godoi, gestor da InteGrow; Eduardo de Sousa Martins, presidente do GAAS Brasil; e Ilana Marques, analista de projetos do Instituto Ethos.


“É um prazer estar na segunda edição do prêmio. Essa participação do produtor rural é muito importante, pois quando analisamos os depoimentos, conseguimos dar visibilidade aos processos sustentáveis já praticados na agropecuária e mostrar para o mundo que o agronegócio faz parte da solução das mudanças climáticas”, comentou Luiza em sua fala de abertura.


Durante o evento, foram abordados pontos importantes sobre boas práticas de ESG e o que será analisado em cada categoria: pequeno, médio e grande produtor rural e agroindústria, bem como questões ambientais, uso da terra mais eficiente, governança e gestão etc.


Luiza Bruscato destacou exemplos de boas práticas que avaliam se uma produção de carne é sustentável. “Um dos aspectos que podemos olhar é como tornar as pastagens mais eficientes, por exemplo, com manejo rotacionado é possível ter uma alta produtividade e manutenção da biodiversidade. Outro aspecto importante é relacionado ao bem-estar animal; como por exemplo, cumprimento das questões sanitárias e manejo nutricional adequado na época de chuvas e seca.”


A live seguiu com perguntas da audiência sobre preenchimento do formulário, salvamento de dados, divisão entre as categorias, governança e gestão, entre outas.


Uma das perguntas foi direcionada à diretora executiva da Mesa Brasileira sobre o que pode indicar boa prática de governança na propriedade. Luiza comentou que são processos utilizados para a tomada de decisão, gestão de risco e análise econômica. Pode ser considerada também a gestão de pessoas, por exemplo, plano de carreira para funcionários que trabalham na propriedade. 


“Um aspecto fundamental é o plano de sucessão familiar e, por último, o relatório de sustentabilidade, que traz o desempenho social, econômico e ambiental da propriedade. Acredito que participando do prêmio, é possível coletar informações para desenvolver um futuro relatório de sustentabilidade da propriedade,” comentou Luiza.


Luiza finalizou indicando o site do IBCG – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, como referência de materiais sobre o que são esses processos de governança. (https://www.ibgc.org.br/)

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page