top of page
  • Foto do escritorLuiza Bruscato

Olhando para trás, todos os pontos se conectam...




Passei por um processo de coaching (pela segunda vez) e me deparei novamente com a lista de valores que havia escrito há três anos. Incrível como nossos valores se mantêm os mesmos e como os talentos que eu havia identificado estão se intensificando e se manifestando mais presentes nos últimos meses de trabalho.


A diferença de antes pra agora é que cada vez que me conecto comigo e me aproximo da minha essência mais atraio pessoas com valores parecidos com os meus, mesma sintonia e vibração. Cada vez que coloco meus talentos à serviço do mundo, mais parte do todo eu me sinto. Mais conectada eu fico.


O processo de autoconhecimento é uma espiral. Ora gira mais rápido, ora parece que está no mesmo lugar, parado, ora parece que retrocedeu. Nos últimos dias estive em contato mais profundo comigo, passei por um processo de tethahealing para revisão de algumas crenças limitantes. Nos dias seguintes ao processo comecei a sentir reverberar, a ter sonhos que iam limpando meu inconsciente, e trazendo à tona sombras que eu não queria olhar. Como é necessário olhar pra isso e trazer luz. No momento que nós o iluminamos, aquele cantinho escuro se integra a quem somos e, quando passamos a aceitar que somos tudo isso mesmo, imperfeitos, nos percebemos inteiros.


Sou grata a todos os processos que me fizeram chegar até aqui. Não foram poucos. Os amigos mais próximos sabem das minhas aventuras... terapias, imersões, constelações familiares, coaching, cursos, lives, livros, conversas, músicas e até séries me trouxeram insights pra curar algo dentro de mim que precisava ser visto, reconhecido e integrado.

Jornada essa que vem acontecendo de forma mais perceptível e intensa ao longo dos últimos sete anos e que deve continuar até o último dia de minha vida.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page